top of page

CPI das Pirâmides quer ouvir Ronaldinho, ex-jogadores do Palmeiras, influencer Tiago Reis e professo

Deputados vão votar convocação do ex-craque como investigado; outros nomes podem comparecer na condição de convidados




Os deputados federais Aureo Ribeiro (SOL/RJ), Delegado Paulo Bilynskyj (PL/SP) e Amom Mandel (CID/AM), membros da CPI das Pirâmides Financeiras, registraram nas últimas 48 horas novos pedidos para escutar uma série de pessoas na comissão que investiga o uso de criptomoedas para enganar investidores brasileiros. Os pedidos devem ser votados na Câmara na próxima sessão da CPI, marcada para terça-feira (4).

Enquanto Bilynskyj propõe convocar como investigado o ex-craque da seleção, Ronaldinho Gaúcho, Ribeiro, que é presidente da Comissão, requisita convites aos envolvidos no caso Xland, esquema de investimentos cripto que ficou conhecido pelo calote em ex-jogadores do Palmeiras. Por sua vez, Mandel pede que sejam convidados como especialistas o influencer de finanças, Tiago Reis, assim como o professor da Unicamp, Jorge Stolfi.

Publicidade

Nesta semana, a CPI das Pirâmides já aprovou a convocação da corretora Binance e dos líderes da GAS Consultoria, Trust Investing e Atlas Quantum; clique aqui e confira a lista completa.



Tiago Reis

No registro de Mandel para convidar Tiago Reis — REQ 57/2023-Requerimento de Audiência Pública, o deputado argumenta que o analista financeiro e presidente do Conselho do Grupo Suno é “preocupado com as constantes fraudes que contaminam a credibilidade do mercado financeiro das criptomoedas” e que já ajudou a derrubar pirâmides como a Unick Forex e a DD Corporation.

O criador da casa de análises Suno Research ficou conhecido também por denúncias de golpes. Em 2020, por exemplo, ele já denunciava a Braiscompany, estando inclusive os investidores a sacarem seus fundos.

No início deste ano, a empresa foi alvo de uma operação da Polícia Federal, o que causou o sumiço dos responsáveis pela empresa, Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, que estão foragidos. Eles estão sendo acusados de vários crimes, dentre eles, crime contra a economia popular, por supostamente atuarem no ramo de criptomoedas como uma pirâmide financeira.


Jorge Stolfi



No outro requerimento de Mandel — REQ 56/2023 —, ele justifica o convite ao professor Stolfi – um renomado especialista na tecnologia blockchain que, no entanto, é crítico das criptomoedas. “O professor Stolfi tem uma visão internacional dos tópicos que estuda, permitindo que ele traga contribuições valiosas de como diferentes culturas e economias ao redor do mundo estão lidando com o fenômeno das criptomoedas e blockchains”, diz um trecho do documento.

O cientista e especialista em blockchain se tornou um dos maiores críticos do Bitcoin do mundo, o que o faz frequentemente apontar falhas e fraudes no ecossistema cripto.


Como é padrão na cultura cripto, é pelo Twitter que dispara suas críticas — onde é seguido por pela realeza do setor como Vitalik Buterin, criador da Ethereum; Michael Saylor, fundador da Microstrategy; Kris Marszalek, CEO da Crypto.com; e Justin Sun, fundador da Tron.



Ronaldinho Gaúcho


O deputado Bilynskyj convocou Ronaldinho Gaúcho “a fim de que preste esclarecimentos, na condição de investigado, acerca das suspeitas de envolvimento em fraudes com investimentos em criptomoedas envolvendo as empresas [“LBLV” e “18k Ronaldinho”] mencionadas”.

Publicidade

“Essas empresas são suspeitas de envolvimento em esquemas fraudulentos ou ilegais relacionados a investimentos em criptomoedas (pirâmides financeiras), objeto, portanto, de investigação por essa CPI”, diz o parlamentar no REQ 61/2023.

O jogador coleciona uma ampla gama de negócios que naufragaram e até mesmo supostas participações em pirâmides financeiras. Ele também é uma das celebridades mais procuradas para promoções por conta de seus 73 milhões de seguidores no Instagram. Recentemente, lançou uma casa de apostas chamada Bruxo10.bet.

Dentre as polêmicas que envolvem o nome do jogador, estão promoções de negócios controversos como Braiscompany, Olymp Trade, LBLV e Airbit Club. No passado, tornou-se réu em ação coletiva por associação à ‘18K Ronaldinho’.



Escândalo das criptomoedas do Palmeiras



No requerimento do parlamentar e presidente da CPI das Pirâmide Financeiras — REQ 54/2023 —, Aureo Ribeiro pede que sejam convidados os jogadores de futebol Gustavo Scarpa, Willian Bigode, e Mayke, e o sócio da Xland Holding, Gabriel Nascimento. Além desses nomes, o deputado requer também o comparecimento do “representante da WLJC Gestão Financeira”.

No documento, Ribeiro argumenta que “o atleta Gustavo Scarpa, ex-jogador do Palmeiras, alegou ter sofrido um golpe milionário” e que “por toda exposição e gravidade da situação, faz-se necessária a participação dos envolvidos para prestarem esclarecimentos acerca dos fatos narrados”.



O jogador de futebol Willian Bigode foi acusado de arrastar para um esquema de pirâmide financeira com criptomoedas seus ex-colegas do Palmeiras, Gustavo Scarpa e Mayke Rocha. A Xland prometia até 5% de rendimentos ao mês. No entanto, quando os clientes tentaram resgatar seus fundos, entre agosto e outubro do ano passado, não tiveram sucesso.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page