top of page

Brasil prepara lançamento da sua própria criptomoeda: Banco Central marca data para anúncio


REAL DIGITAL É UMA MOEDA CENTRALIZADA E FOGE TOTALMENTE DOS PRINCÍPIO ÉTICOS E MORAIS DE CRIPTOMOEDA.


As diretrizes do Piloto do Real Digital, bem como a blockchain que será usada pela instituição na CBDC nacional, e uma revisão das diretrizes gerais da iniciativa serão apresentadas no dia 6 de março de 2023, em Brasília.

Segundo informou o BC, participarão do lançamento o coordenador da iniciativa do Real Digital, Fabio Araujo, o chefe do Departamento de Informática do Banco Central, Haroldo Jayme Cruz, o chefe-adjunto do Departamento de Operações do Mercado Aberto, Marcus Antônio Sucupira e o Coordenador-Geral de Operações da Dívida Pública da Secretaria do Tesouro Nacional, Luis Felipe Vital Nunes Pereira.

Durante o lançamento, o BC também ira revelar a nova fase do Real Digital, no qual empresas serão convidadas a colaborar com o regulador para realizar testes de segurança e privacidade com a nova CBDC.

Fabio Araujo destacou que o BC não vai desenvolver uma blockchain própria para o Real Digital, mas que irá usar um dos sistemas em blockchain atualmente disponíveis e disse que ele pode ser tanto público como Ethereum como privado, tal qual o Hyperledger.


Stablecoins e Real Digital?

O chefe do desenvolvimento da CBDC junto ao Banco Central afirmou também que o Real Digital não tem como foco o uso da população nacional, já que ela será uma CBDC de atacado.

Neste sistema a população poderá usar o Real Digital via stablecoins emitidas por bancos, via depósitos tokenizados.

Basicamente isso significa que o banco pode pegar os Reais que tem em sua conta, enviar ao BC. Por usa vez, o BC, com este dinheiro em caixa, emite a quantidade correspondente de Real Digital, que permanece segregado junto ao BC e, com isso, o contrato inteligente permite ao banco emitir a quantidade correspondente de stablecoin.Segundo o BC, esse arranjo permite aos bancos criem contratos inteligentes com diversas aplicações e, por outro lado, garante a eficiência de todo o sistema. Além disso, o BC defende que o Pix já é uma moeda digital e cumpre as funções de pagamentos digitais junto à população.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page